Top 25


PARCEIROS DRAGSATDIGITAL




Autor Tópico: Apple está à procura de podcasts exclusivos para competir com o Spotify  (Lida 114 vezes)

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

Offline Peters

  • Moderador Global
  • *****
  • Mensagens: 7492
  • Reputation Power: 160
  • Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!Peters is awe-inspiring!
  • Sexo: Masculino
A Apple está a preparar uma nova ronda de investimentos em conteúdo original e exclusivo. Agora, as atenções da tecnológica de Cupertino estarão centradas, sobretudo, nos formatos de áudio, ou mais concretamente em podcasts com o intuito de manter a sua competitividade face ao Spotify.

Se é um consumidor ávido de podcasts e utilizador Apple, temos boas notícias para si!

Os planos da empresa foram avançados primeiramente pela Bloomberg. A publicação frisa o seu caráter ainda recente, mas em linha com a atual direção da empresa. Isto é, vemos uma contínua e crescente aposta da Apple em todos os seus serviços, desde a televisão, jogos, música, entre outros.
A Apple vai financiar podcasts, competindo com o Spotify

Caso tal relato se verifique, teríamos assim uma redobrada aposta da Apple em conteúdo de áudio original. Entretanto, também o Spotify tem dado cada vez mais atenção ao formato podcast enquanto forma nobre de entretenimento. Algo que certamente não passou despercebido em Cupertino.

De acordo com a fonte supracitada, executivos da empresa entraram em contacto com estúdios e variados responsáveis por podcasts. A abordagem foi feita com o intuito de trazer conteúdo exclusivo para a plataforma de Cupertino, perante uma aposta concertada da rival, Spotify.

A discussão terá versado sobre a aquisição dos direitos de exclusividade dos podcasts, aqui de acordo com as pessoas envolvidas. No entanto, de acordo com as mesmas que preferiram manter-se anónimas, as negociações estão ainda numa fase inicial, sem uma estratégia perfeitamente definida até então.
Podcast, um formato nobre a ser explorado pela Apple

O entendimento atual é precisamente este. Perante um crescimento na popularidade do formato podcast, além do presente investimento da rival Spotify no mesmo formato, a Apple não quer ficar para trás. Nesse sentido, estará já a sondar novas fontes de conteúdo original e exclusivo para a sua rede.

A tónica aqui sendo colocada na exclusividade dos conteúdos, algo que até ao momento escasseia na aplicação Apple Podcasts. No entanto, para já a tecnológica de Cupertino recusa comentar o assunto, denotando também a precocidade das negociações.

Para além do óbvio, a concorrência com o Spotify, há aqui outra ilação a ser retirada. Veja-se que até ao momento a Apple sempre manteve uma postura neutra no formato podcast. Isto é, apesar de fornecer a plataforma para que os criadores submetam o material, nunca teve uma voz ativa neste meio.
Um investimento em conteúdo original e exclusivo

Contudo, vemos agora sinais de mudança, com a empresa a investir ativamente no formato. A empresa continuará a distribuir os podcasts através das suas redes, além de selecionar o melhor material. No entanto, passará também a escolher novos formatos assim que investir nos mesmos.

Por outras palavras, teremos também na tecnológica de Cupertino uma fonte de criação de podcasts com base nas suas preferências. Algo que vai em linha com a sua aposta em novos conteúdos originais para o seu serviço Apple TV+.  Agora, resta-nos aguardar pelas primeiras confirmações.

Enquanto isso, vemos que todo o setor dos podcasts se está a tornar mais específico. Além disso, vemos mais criadores cativos de uma, ou outra plataforma. Há, portanto, uma separação entre criadores para o Spotify e, futuramente, criadores de conteúdos e podcasts para a plataforma da Apple.

Por sua vez, a tecnológica de Cupertino estará, pelo menos, a avaliar o potencial deste mercado. Veja-se ainda que a empresa de Tim Cook é já uma imensa agregadora de conteúdos, levando o público a encontrar novos programas e criadores através do iTunes, Apple Music e Apple Podcasts.

Em síntese, caso a empresa decida reunir e investir num grupo forte de criadores, pode criar toda uma nova esfera de influência, agora direta. Algo que completaria perfeitamente a sua recente, mas forte, aposta em conteúdo original para o TV+, entre outros serviços.



pplware



 


* .FACEBOOK