Top 25

Autor Tópico: Como prolongar a vida útil da bateria de lítio de notebooks e câmeras  (Lida 62 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Julho 22, 2017, 01:27:20 pm

Marco2

  • Segundo Furriel

  • Offline
  • **

  • 180
  • Reputation:
    413
Baterias de íons de lítio fazem parte do quotidiano de muitos usuários. Os dispositivos armazenam energia em celulares, tabletes, câmaras, notebooks, drones e até automóveis. No entanto, como todo componente eletrónico, as baterias são expostas ao desgaste do uso e acabam, com o tempo, comprometendo a sua performance.

Há algumas maneiras de garantir que a ação do tempo não prejudique tanto o desempenho da peça. A seguir, conheça os cuidados com as baterias e aprenda a prolongar a vida útil em notebooks e câmaras.

Evite ciclos completos

Entenda como ciclo completo a ida de 0 a 100% em todas as recargas. Essa prática não é saudável porque expõe as substâncias químicas da bateria a um desgaste acelerado. O ideal é que, ao menos uma vez por mês, você realize esse ciclo completo. Mas, na maior parte do tempo, procure manter a bateria sempre acima de 50%.

Não deixe a bateria dormir no carregador

Carregadores, normalmente, são inteligentes o suficiente para cortar o fornecimento de energia quando sobreaquecem. A bateria também tem algumas medidas de segurança que, quando detetam o estado de 100%, cortam a alimentação para evitar a sobrecarga, que causa aquecimento e degradação.

Apesar da tecnologia, as travas podem não funcionar corretamente. Em uma situação em que a bateria não oferece esse tipo de medida, e em que o usuário esquece o componente ligado no carregador e na tomada, pode ocorrer duas coisas: sobrecarga, em que a energia continua chegando mesmo depois da bateria totalmente carregada e explosão, por conta do calor excessivo.

Calor é o maior inimigo

As baterias baseadas em lítio são extremamente vulneráveis ao calor. A temperatura alta, mesmo quando o equipamento não está em uso, é capaz de danificar e provocar um grande desgaste. Por isso, evite deixar seus componentes alimentados por baterias no carro e em outros lugares quentes, expostos ao sol.

Para ter uma ideia, mantida a 0 graus Celsius, estima-se que uma bateria comum perca 6% de sua eficiência. A 25ºC, as perdas podem chegar a 20%.

Nunca chegue no zero absoluto

Quando seu notebook ou câmara notificam que a bateria chegou a 0%, na verdade ainda resta um pouco de carga que atua como margem de segurança. No entanto, quando chega a zero absoluto, as baterias que usam íons de lítio se tornam instáveis e o simples ato de carregá-la pode resultar em acidentes graves, como explosões.

Por conta disso, inclusive, boa parte delas têm um circuito de autodestruição, que é ativado quando o zero absoluto é atingido: esse circuito destrói o componente para impedir que uma recarga acabe em explosão.

Caso vá deixar a bateria parada por um longo período de tempo, é importante garantir que o equipamento seja guardado com alguma quantidade de energia. O ideal é deixar na casa dos 80%, já que a bateria deve perder em torno de 10% desse valor a cada mês que estiver desligada.

Fique atento aos carregadores

Procure sempre usar o carregador original de cada aparelho. O motivo é evitar sobrecarga, ou carga abaixo dos valores para os quais a bateria foi desenvolvida. Nos dois casos, há desgaste do componente.

Se o uso de um carregador original é inviável, é importante ficar atento aos padrões exigidos pela bateria: garanta que o modelo substituto opera com a mesma tensão de corrente (voltagem de saída) e amperagem (intensidade da corrente de saída). Dessa forma, você diminui o risco de que a bateria acabe exposta a um stresse maior.

Baterias se desgastam normalmente

Mesmo que você siga todas essas dicas e mantenha um perfil de uso racional da sua bateria, é inevitável que o desgaste ocorra e que o dispositivo acabe perdendo eficiência com o tempo.

Na verdade, uma bateria de íons de lítio deve manter um desempenho satisfatório por um período de até três anos, ou algo entre 300 e 500 ciclos de uso, embora há casos em que esse teto é facilmente superado.

 


* .